domingo, 26 de maio de 2013

Meia página de linhas rabiscadas

2B, 4B e papel - janeiro de 2013, meu quarto da Bahia

''Every year is getting shorter, never seem to find the time. Plans that either come to naught or half a page of scribbled lines''
      E esse era o verso que entrava pelos meus ouvidos enquanto eu olhava para o teto branco em plena segunda feira chuvosa. 

''Planos que nunca são terminados ou ficam em meia página de linhas rabiscadas''. E assim dizia a tradução de uma das frases da música Time do Pink Floyd. Logo tudo ficou muito claro para mim.
     Eu sempre fiz muitos planos e projetos em minha cabeça, passava horas no chuveiro balbuciando sozinha ideias e mais ideias... Sempre quis criar um blog, nunca fiz, sempre quis fazer aquilo ou aquilo outro, sempre quis, mas nunca, NUNCA fiz nada. Até David Gilmour e seus coleguinhas darem uma bofetada na minha cara e me tirarem da confortável inércia, a qual eu e o meu sofá nos encontrávamos. A verdade é que o tempo engana, sempre achamos que estamos no controle, e logo, tudo passa. Inclusive oportunidades. Dessa forma, nasce o Rabiscariass. É um projeto antigo, mas que finalmente e felizmente não será contabilizado na meia página de linhas rabiscadas de coisas que eu queria fazer, mas olha só, nunca fiz.
   Assim, desejo boas vindas ao meu espaço para vomitar ideias, pensamentos, músicas e principalmente, rabiscos. Pois desde que era uma bolinha lipidiosa saltitante, desenhar sempre foi uma paixão imensa, e sobretudo, uma forma de expressar meus sentimentos, tantas vezes, extremamente confusos. Nunca fiz aula de desenho (pretendo começar esse ano), não tenho nenhuma técnica, nem macete, apenas sentimentos e instintos. Longe de falsas modéstias, eles estão longes de serem ótimos, tenho muito que melhorar, e com isso na cabeça, sigo tentando e me apaixonando cada vez mais por isso, de tal forma que, o que era apenas um hobbie fofinho aos olhos da minha mãe, pode, quem sabe (e eu quero) virar trabalho em um futuro não tão distante assim. Dessa forma, espero aqui compartilhar com todos vocês esse meu amor pela arte, através de desenhos, rabiscos, pinturas, músicas e enfim, expressar coisas que estão aqui guardadas há muito tempo.
  Desde já, fico extremamente agradecida pela atenção, e espero que esse texto e esse blog incentive mais pessoas, que assim como eu, não querem virar Josés da vida. Lembre-se, a festa ainda não acabou, a luz ainda não apagou, o povo ainda não sumiu, a noite ainda não esfriou. Ainda há borrachas para apagar essa meia página de linhas rabiscadas de planos não cumpridos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário